Ajudar faz Bem!

 

Ajudar o próximo traz benefícios para a saúde, diz estudo.

Existe boa ação altruísta? A polêmica é grande, mas uma coisa é certa: fazer o bem sempre traz um retorno positivo para quem o pratica, por mais que não o espere. Alan Luks, diretor executivo da instituição Big Brothers/Big Sisters of New York, concluiu, através de um estudo feito com mais de três mil voluntários, que aqueles que tinham o costume de fazer o bem estavam dez vezes mais propensos a terem uma boa saúde do que aqueles que não faziam nada pelo próximo.

O trabalho de Luks foi publicado no livro "The Healing Power of Doing Good" ("O Poder Curativo de Fazer o Bem", em tradução livre) onde cunhou o termo "helper's high", que é o sentimento de calor humano, boas energias e sentimento eufórico proveniente do ato de ajudar o próximo. Entre os benefícios do "helper's high" estão a reversão de sentimentos como depressão, hostilidade, isolamento da sociedade, que podem causar estresse, úlceras, etc. A liberação de endorfina envolvida neste processo diminui a percepção e a intensidade da dor. O trabalho voluntário aumenta a autoestima, felicidade, otimismo e a conexão criada com alguém desconhecido, de amor e amizade, e ainda reforça o sistema imunológico.

O voluntariado não é incomum no Brasil. Para a coordenadora do voluntariado da Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (ABRACE), Márcia Caminha, "o espírito solidário e o envolvimento em ajudar o outro é uma coisa muito forte entre os brasileiros. As pessoas vêm pelos interesses e motivos pessoais mais diversos. Acredito muito no sentido de participação e envolvimento que proporciona para a sociedade. Não é só fazer uma ação, é uma atitude que tens que ter para com a sociedade".

Pessoas que já passaram dos 50, que estão precisando enfrentar as perdas que vêm com a idade, encontram no trabalho voluntário uma maneira de preencher suas vidas com algo positivo. "A chegada da maturidade é um processo confuso, pois se sentem limitados, mas ainda querem participar. Uma das questões levantadas é poder se engajar como voluntário por uma causa. Tem acontecido hoje com pessoas de mais idade se envolverem com o voluntariado. Tenho um conceito de voluntariado que é ser um ser humano melhor. Acredito que um voluntário traga para a instituição conhecimento técnico e/ou de vida, talento e tempo. Ter alguém que dedique quatro horas semanais se disponibilizando para o outro não tem valor para a instituição", destaca Márcia.

É dando que se recebe. Quando parte de você é doada ao outro, ele irá doar parte dele a você. Para Márcia "toda ação gera uma reação. Quando uma pessoa abre o coração para outras, o deixa aberto para receber também. Pode ser um sorriso, um abraço, a sensação de ser útil, necessário. Isso mexe muito com as pessoas. A primeira coisa necessária para ser voluntário é ter disponibilidade para se envolver com o outro. O trabalho não deve ser algo sistemático, mas deve ser feito com comprometimento e responsabilidade. Afinal, você vai interferir na vida do outro".

FONTE: http://www.maisde50.com.br

Veja Também

DIGNIDADE HUMANA – MISSÃO DA AFMBS
PROJETO MÚSICA E ARTE
E o sucesso continua...
IDOSO
AACD completa 60 anos
Trote Solidário
Campanha Alerta sobre violações de Direitos Humanos
Ninguém quer salvar o planeta
AFINAL, O QUE É SER RESPONSÁVEL?
SER SOLIDÁRIO
A BELEZA DA DIVERSIDADE
É HORA DE CONVOCAR-SE!
SOLIDARIEDADE: A UNIÃO QUE FAZ A DIFERENÇA
10 ATITUDES PARA MUDAR O MUNDO
A música como um ato de amor na FAQV
Bolsa Universitária
Diário Oficial da União
INCLUSÃO SOCIAL
Teste da Orelhinha no Hospital Santa Gemma
Dia do Ensino Responsável
Lançamento da Pedra Fundamental do Centro de Prevenção e Reabilitação Regional
CONVITE: 1º Leilão Solidário AFMBS
Abertura do Trote solidário 2012/1
Empresa Montebelense amplia ações solidárias
Exercendo a cidadania com o voto
Programa de inclusão beneficia portadores de necessidades especiais.
FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO PARA TODOS!
NATAL DOS AMIGOS
Solidariedade...
faça sua doação
inscreva-se
Receba as últimas notícias da AFMBS no seu e-mail.
© 2011 | AFMBS. Todos os direitos reservados